Veja quais foram os impactos causados pelo coronavírus no agronegócio e quais as perspectivas para o futuro.

 

A pandemia do COVID-19 é uma crise global de saúde que já está causando impactos devastadores na economia mundial - tanto diretamente quanto por meio de medidas necessárias para conter a propagação da doença. 

 

Esses impactos também estão sendo sentidos pelo setor de alimentos e agricultura. 

 

Embora a pandemia do coronavírus no agronegócio represente alguns sérios desafios para o sistema alimentar no curto prazo, também é uma oportunidade de acelerar as transformações no setor de alimentos e agricultura e construir sua resiliência diante de uma série de desafios, incluindo as mudanças climáticas. Entenda:

O IMPACTO DO CORONAVÍRUS NO AGRONEGÓCIO

Atualmente, não há razão para a crise da saúde se transformar em uma crise global de alimentos. O suprimento de culturas básicas é grande, as perspectivas de produção são favoráveis ​​e os estoques de cereais devem atingir o terceiro nível mais alto já registrado.

 

Além disso, a maioria dos países designou o setor agrícola e agroalimentar como essencial e isento do fechamento de negócios e restrições sobre movimento. 

 

No entanto, o vírus representa uma séria ameaça à segurança alimentar e aos meios de subsistência nos países mais pobres, onde os sistemas de produção agrícola são mais intensivos em mão de obra e há menos capacidade de suportar um choque macroeconômico grave.

&nb