Aprenda a reconhecer peça falsa de carro

Entre erros e acertos, é possível conhecer de uma vez por  todas quais são as peças que podem danificar seu veículo. 

Quem possui um automóvel sabe da importância da manutenção regular, o que muitas vezes leva à substituição de itens com defeitos. No entanto, é importante que o condutor se atente e tenha algum conhecimento sobre peça falsa de carro

Isso porque, é comum acontecer de o carro ser levado em oficinas mecânicas com uma reputação não tão confiável, mas que cobra mais barato. E esse barato pode sair caro na hora em que o veículo sai com uma peça que não é original.

Por isso, este artigo é para você que precisa levar seu automóvel na oficina para alguns reparos, e que não sabe reconhecer bem uma peça falsa de carro. Vamos te auxiliar agora com algumas dicas, confira. 

Número de série

Peças originais possuem um número de série único e específico em sua superfície, que é impresso ainda durante o processo de produção. Esse controle é importante para garantir que o fabricante forneça assistência quando necessário.

O ideal é verificar se este código é único e compará-lo com outras peças do mesmo fornecedor. 

Se você não conseguir realizar esta análise, procure o número de série da peça obtida na internet. Se você tiver problemas para encontrar qualquer informação sobre isso, pesquise a fundo com o vendedor.

E como os produtos falsificados não têm esse tipo de função, essa é uma boa forma de verificar a legitimidade das peças antes de comprar.

Valor

O preço é geralmente um indicador padrão porque é o que posiciona o produto quanto à qualidade. É importante lembrar que as peças originais têm valores predefinidos pelo fabricante.

Uma vez na loja, o preço aumentará, como normalmente acontece. Dessa perspectiva, os distribuidores provavelmente não fornecerão peças originais a um preço tão baixo, já que os valores são listados pelo fabricante.

Assim, verifique o valor médio de mercado dos componentes relevantes. Em seguida, aumente 20% do valor. Lembre-se que qualquer produto que venda pelo menos 20% abaixo da média tem grande probabilidade de ser falsificado.

Certificação

Uma peça falsa de carro não possui tal certificação, que são demonstrados pelos selos certificadores. Eles representam a adequação da fabricante a inúmeros e rígidos controles de qualidade. Alguns desses selos são:

  • Centro de Experimentação e Segurança Viária - CESVI;
  • Instituto de Qualidade Automotiva - IQA;
  • Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia - INMETRO.

Essas organizações promovem extensos testes de bateria para verificar se o produto possui os parâmetros exigidos para comercialização no país. É possível encontrar esses selos na embalagem e nos manuais.

Embalagem de peça falsa de carro

O design da embalagem de peças falsificadas é muito semelhante ao original, mas existem algumas diferenças. Portanto, preste atenção aos detalhes e às violações da caixa que protege os itens.

Também é muito importante analisar as informações impressas na embalagem, como selo, número do lote original e código de barras.

Para serem vendidas no Brasil, todas as peças (inclusive as importadas) devem incluir o CNPJ e o endereço do fabricante. Se você tiver alguma dúvida, consulte os dados do SAC da empresa e entre em contato.

Lembre-se de que as consequências do uso de peça falsa de carro podem ser mais do que uma insatisfação. Esses produtos representam uma grande ameaça à segurança dos veículos e podem causar acidentes graves devido às falhas.